Andrógina

Zezé Motta

Sim, já tive minha fase andrógina… Certa vez ao entrar num táxi em New York, tentei conversar com o motorista pra exercitar meu inglês, estranhei porque eu falava e ele não respondia, depois de tanto eu insistir ele me respondeu que não falava com travestis. Não sabia se ria ou se chorava… Além deste visual, eu amava as botas de couro, das mais longas possíveis, quase na coxa. Ah, e o batom preto, nao podia faltar, ele não falta até hoje, não vivo sem… Pensem?!!! Lembro que algumas pessoas juravam que eu não era mulher… Axé meu povo! Foto do Antônio Guerreiro.