Aniversário do Centro Cultural da Juventude em SP, terá “Atendendo a Pedidos” com Zezé Motta dia 24 de março às 18h

Zezé Motta | Foto: Sergio Cardoso

Atriz de cinema, teatro, televisão e cantora, Zezé apresenta um show reunindo parte dos clássicos de Luiz Melodia que ela gravou, como Magrelinha, Dores de Amores e outras que estão em “Negra Melodia”. Zezé sempre gostou de homenagear seus compositores preferidos em shows, cantando Caetano Veloso, Luiz Melodia, Jards Macalé e Elizeth Cardoso, entre outros. Então, ao longo deste tempo, anotou as músicas que, independentemente dos compositores, eram as mais aclamadas pelo público e mesmo que não estivessem no repertório de determinado show, eram pedidas para que cantasse. Assim surgiu o show “Atendendo a Pedidos”. A voz poderosa da artista ecoa na história da música brasileira há muito tempo, desde os anos 1970, quando gravou seu primeiro disco solo, com músicas inéditas de compositores como Rita Lee e Moraes Moreira. Sua voz imortalizou clássicos como “Trocando em Miúdos”, de Chico Buarque e Francis Hime, e “Pecado Original”, de Caetano Veloso. O show acontece no dia 24 de março, às 18h, e a entrada é franca.

Sobre o Centro Cultural da Juventude Ruth Cardoso

O CCJ é o maior centro público dedicado aos interesses da juventude da cidade de São Paulo. Inaugurado em 27 de março de 2006, fruto da mobilização da comunidade no Orçamento Participativo, inspira outros centros de referência de juventude pelo Brasil e pelo mundo. Proporciona a transversalidade das diversas temáticas relativas à vivência da condição juvenil por meio da cultura, buscando o empoderamento e o protagonismo da juventude a partir de uma programação cultural gratuita e diversificada, tendo o jovem não somente como espectador, mas como sujeito promotor, organizador e realizador dos Programas e Projetos realizados tanto no espaço como difundidos pela cidade. Entre as várias atividades, destacam-se apresentações e oficinas teatrais, shows de música, aulas e espetáculos de circo e de dança, cinema, debates, encontros e saraus e núcleos de comunicação comunitária e de produção audiovisual.

O CCJ tem 8.000 m² de arquitetura moderna e arejada, reunindo biblioteca, anfiteatro, teatro de arena, sala de projetos, laboratório de pesquisas, ateliê de artes plásticas, sala de oficinas e galeria para exposições, além de uma ampla área de convivência e com computadores com acesso à internet.