Documentário “A Rainha das Américas”, sobre Chica da Silva, tem direção de Zezé Motta

Documentario Chica da Silva - Ancelmo

219 anos após sua morte, Chica da Silva e o famoso contratador de diamantes, João Fernandes de Oliveira serão foco de um documentário cientifico. A equipe forense composta por Dr. Anthony Falsetti, um especialista de renome mundial em antropologia forense (Finding Anastásia), Dra. Ann Horsburgh uma antropóloga molecular que analisou o DNA do presidente Abraham Lincoln dos Estados Unidos (Lincolns’ Secret Killer), e Dra. Eugenia Cunha uma antropóloga da Universidade de Coimbra,  irão exumar Chica e o contratador de diamantes e um holograma será criado.

Esta será a primeira imagem de Chica da Silva e João Fernandes de Oliveira cuja paixão estabeleceu um precedente para todos os casais inter-raciais no mundo inteiro. A Rainha das Américas, a estória da escrava Chica da Silva será produzida por Rosi Young, Tathiana Mourão e Jonas Klabin. O documentário será dirigido pela fantástica Zezé Motta que foi a primeira atriz a interpretar Chica em um filme. A Rainha das Américas, também está em negociação a participação de talentos como; o fotografo Jacques Dequeker, o escultor Pedro César, Isis Valverde, Tais Araújo, Catyana Skory Falsetti.

O longa metragem começa a ser filmado no verão de 2017, mais a procura pela atriz que será Chica da Silva começa no verão de 2016. Todo o projeto, desde o início, conta com a parceria da Secretaria de Cultura, Turismo e Patrimônio de Diamantina que acredita ser de grande importância histórica turística e cultural para a cidade.