Mulher de Favela: o poder feminino em territórios populares

Mulher de Favela: o poder feminino em territórios populares

Mulher de favela – o poder feminino em territórios popularesO que é ser mulher? O que é ter poder? O que é ser uma mulher com poder na favela? Estas questões norteiam o presente trabalho que busca compreender como a feminização do poder é, de fato, um movimento que emerge no cenário atual e que compreende que há um protagonismo da mulher em condições de subalternidade. Partindo do testemunho de 15 mulheres representando 15 favelas do Rio de Janeiro, esse livro nos convida a ouvir suas vozes e aprender com o que elas têm a nos dizer. Aqui narraram e desenharam outra forma de exercitar suas experiências vividas e transformaram suas inquietudes em pontes, criando e articulando possibilidades de ação. Demonstram que têm um projeto de cidade, mas com uma escolha radical pelo território da favela. A trajetória de cada uma delas nos apresenta os diferentes caminhos que as mulheres vêm encontrando para transformar o mundo e transformarem-se a si mesmas, buscando novas formas de escrever a história — sua e dos outros que as cercam.

Zezé Motta, sobre o livro da professora Nilza Rogéria de Andrade Nunes