Zezé Motta: Samba enredo!

Em 1989 Zezé Motta foi homenageada com o enredo: Zezé, um canto de amor e raça, pela escola de samba Arrastão de Cascadura, que desfilava na Marques de Sapucaí pelo grupo A. Confira o samba que diz: “É Zezé nos braços da multidão…” http://www.ouvirmusica.com.br/arrastao-de-cascadura/1755851/#mais-acessadas/1755851

Zezé Motta homenageada pela Arrastão de Cascadura em 1989

06.03.2014


Na década de 80, Zezé Motta se apresentou no Carnegie Hall de Nova York (EUA)

Zezé Motta carnegie hall

04.03.2014


De José Roberto Nascimento para Zezé!

Mãe África, ventre fértil do mundo,
meu sentimento profundo de amor por você.
nos deu origem amamos a sua grandeza,
a força da natureza Zezé Motta África ê

Algo mais, muito mais é o seu todo,
das vestes ao contexto interior.
seu corpo é esplendor cheio de viço,
os poros do seu corpo emana amor.

Boca viçosa perfumada e doce,
deusa do ébano, afra encantada.
Da magestade de uma rainha afra,
boca de mirra, para ser beijada.

Zezé, sua voz seu corpo negro,
tem encanto, feitiço e magia.
Essência plangente da Mãe África,
seu canto negro floresce na Bahia.

Você é o céu enluarado,
que dá as noites a claridade do dia.
É o sol que incandeia e vivifica,
você é amor, meiguice raça e poesia.

Zezé Motta

 

04.03.2014


Zezé Motta no Shopping Caxias #SESC

Zezé Motta Show Divina Saudade SESC Caxias

24.02.2014


Beto Rockfeller, a primeira novela de Zezé

Zezé Motta Beto Rockfeller

Beto Rockfeller é uma telenovela brasileira, produzida pela TV Tupi e exibida de 4 de novembro de 1968 a 30 de novembro de 1969, às 20 horas. Foi uma criação de Cassiano Gabus Mendes, escrita por Bráulio Pedroso e com direção de Lima Duarte e Walter Avancini.

Beto Rockfeller é um charmoso representante da classe média -baixa que morava com os pais e a irmã no bairro de Pinheiros, em São Paulo, trabalhava como vendedor de sapatos e tem uma namorada no subúrbio chamada Cida. Fazendo-se passar por milionário, consegue penetrar na alta sociedade, namora uma moça rica (Lu) e se apaixona por outra moça (Renata), grã-fina decadente, que conhece sua real situação. Para se safar das confusões, conta com a ajuda dos amigos fiéis Vitório e Saldanha.

Elenco:

Luiz Gustavo
Débora Duarte
Bete Mendes
Ana Rosa
Irene Ravache
Plínio Marcos
Marília Pêra
Walter Forster
Maria Della Costa
Jofre Soares
Eleonor Bruno
Rodrigo Santhiago
Theo De Faria
Ruy Rezende
Walderez de Barros
Pepita Rodrigues
Etty Fraser
Zezé Motta
Lima Duarte
Othon Bastos
Jayme Barcellos
Marilda Pedroso
Gésio Amadeu
Martha Overbeck
João Carlos
Francisco Trentini

03.02.2014


Zezé Motta e o Olodum, direto do Pelourinho…

Zezé Motta Pelourinho, com Olodum

Zezé Motta Pelourinho, com Olodum

Zezé Motta Pelourinho, com Olodum

Zezé Motta Pelourinho, com Olodum


Zezé Motta Pelourinho, com Olodum 1551714_10201287328165581_2069342942_n

Zezé Motta Pelourinho, com Olodum Zezé Motta Pelourinho, com Olodum Zezé Motta Pelourinho, com Olodum Zezé Motta Pelourinho, com Olodum

O Festival de Música e Artes Olodum (Femadum) abriu na última nesta sexta-feira (24) as pré-comemorações de Carnaval. O evento terminou no domingo (26) e entre as atrações esteve o debate sobre cinema negro e cultura, homenagens aos negros e apresentações de Banda Tribo de Jah do Maranhão (sábado), a cantora e atriz Zezé Motta e a Banda Olodum (domingo).

O evento contemplou diferentes linguagens artísticas, a música afro no geral, passando pelo samba reggae criado pelo saudoso Mestre Neguinho do Samba, a literatura afro e os workshops. Em 2014, o Femadum teve como novidades a presença do audio visual com a exibição  dos filmes já realizados com o Olodum, clipes musicais e miniseries sobre a temática afrobrasileira,  que foram exibidos no cinema e nas emissoras televisivas. Após as exibições, houve uma Roda de Conversação sobre o negro no cinema e a identidade cultural do Brasil, em que estarão presentes os produtores dos filmes, atores, protagonistas das miniséries e especialistas em linguagem audiovisual.

A programação do festival contemplou também o Femadumzinho,  que este ano completou a 20ª edição. O tema foi “Meninas Douradas do Olodum”, que mostrou a luta das mulheres por igualdade de direitos e cidadania feminina no contexto das atividades  carnavalescas por meio de oficinas de Percussão samba reggae e trançagem/turbantes.

Crédito das fotos: Sandra Rozados.

Postado por Equipe Zezé Motta.

28.01.2014