Pobre Menina Rica

Zezé Motta em Pobre Menina Rica

O ano era 1972, eu estava em cartaz no Teatro da Praia, em Copacabana, no Rio, fazendo o musical “Pobre Menina Rica”. Esse título dizia muito sobre a minha pessoa, vim de uma família humilde, morava na Zona Sul carioca e as minhas vizinhas quando souberam que eu estava fazendo curso de arte dramática, retrucavam dizendo que não sabiam que para fazer papel de empregada tinha que estudar teatro. Venci esses comentários, venci toda a dificuldade que era ser artista naquela época, e que ainda continua sendo diga-se de passagem. Venci o medo, a insegurança, não desisti. É sobre isso, sobre ser artista, sobre resistir. Quem diria que um dia aquela menina sonhadora faria parte do Acervo Arquivo Nacional?