Zezé homenageia Elizeth Cardoso no Sesc Santo André

Zezé Motta

Elizeth Cardoso (1920-1990) foi considerada uma das primeiras damas da música popular brasileira e pioneira da bossa nova. Não à toa era chamada de A Divina. E é em homenagem a esta mulher que a atriz e cantora Zezé Motta sobe no palco do Sesc Santo André (Rua Tamarutaca, 302), na sexta, a partir das 20h, para apresentar o show Divina Saudade.

Durante a apresentação, Zezé Motta – nome artístico que foi dado por sua comadre Marília Pêra – interpreta canções que ficaram marcadas pela voz de Elizeth com toda a originalidade e voz poderosa de uma das maiores intérpretes do País. O show em formato intimista aproxima o público da cantora, que acolhe a plateia com repertório recheado de samba, bossa nova e composições gravadas nos anos dourados do rádio.

Zezé iniciou sua carreira de cantora em 1971 em casas noturnas como Balacobaco e Telecoteco, em São Paulo. O primeiro disco veio em 1978 e de lá para cá gravou mais 13, nos quais estão sucessos como Dores de Amores, Magrelinha (ambas de Luiz Melodia), Trocando em Miúdos (Chico Buarque/ Francis Hime), Prazer Zezé (Rita Lee/ Roberto de Carvalho), entre outras. No currículo tem 35 novelas e mais de 40 filmes.

Os ingressos custam de R$ 6 a R$ 20 e estão à venda na bilheteria do local ou no site www.sescsp.org.br.